8ª edição - do Jornal Capital em Foco

Mulheres que fazem a diferença no Voluntariado

Por Betânia Sousa

Temos muitas pessoas que fazem trabalhos voluntários em diversas partes do nosso país, e ainda bem que em meio a tantos problemas, podemos contar com pessoas dispostas a ajudar, e fazer a diferença na vida do outro sem ter uma remuneração para tal. Existem vários exemplos de personalidades que fazem toda a diferença na sociedade, pessoas anônimas que muitas vezes ninguém nem sabe, mas que realiza um trabalho social relevante e com um impacto considerável na vida das pessoas. Mulheres que não se cansam de praticar o bem sem olhar para cor, raça ou credo.

 

Nesse mês tão especial registramos aqui nossa gratidão pela vida de mulheres que não tem cansaço, desânimo ou falta de dinheiro para contribuir um pouco com o mundo e uma sociedade melhor. São pessoas que enfrentam suas dificuldades de frente, e ainda fazem delas um motivo para alcançar a vida do outro. Se formos pesquisar na internet há diversas figuras que marcaram, e marcam a vida dos outros por meio de ações e projetos voluntários. Pessoas que colocam a mão na massa e fazem acontecer.

 

 

Um grande exemplo do que digo é um projeto que acompanhei de perto durante minha infância que é a Pastoral da Criança, onde minha mãe era voluntária desse projeto que atravessou fronteiras, e tirou inúmeras crianças da fase de desnutrição. O Projeto foi criado por Zilda Arns no ano de 1983, inclusive, ano que nasci. A pastoral da criança teve início no Paraná, mas logo ganhou força por ser um trabalho que proporcionou benefícios para muitas famílias, e logo se expandiu. O intuito do projeto era diminuir a mortalidade infantil por meio de uso do soro caseiro. Um projeto que se tornou referência de voluntariado e amor ao próximo. Lembro de uma vez quando minha mãe buscava na cidade vizinha os mantimentos para fazer a pesagem das crianças, e oferecia o soro com o farelo de trigo para complementar a alimentação das crianças da comunidade. Lá, também ensinavam as mães a fazerem receitas mais nutritivas para ajudar na saúde das crianças.

 

 

Acredito que o alcance desse projeto é um exemplo de trabalho voluntário de amor ao próximo. Se você deseja saber mais sobre o projeto entre no site https://www.pastoraldacrianca.org.br/ - O projeto tem mais de trinta anos de existência graças à adesão de pessoas que trabalham para ajudar o outro. Além desse projeto, há inúmeros outros liderados por mulheres que fazem do voluntariado sua missão. E em nome desse esforço, nossa equipe parabeniza cada trabalho, e projeto que visa à plantação de uma sementinha do bem na vida e no coração das pessoas que vivem para o voluntariado.

 

 

Aqui no Distrito Federal existem várias instituições que direcionam uma contribuição para uma sociedade cada vez melhor, mas podemos sugerir duas que são parceiras do Jornal que fazem um trabalho extraordinário. https://www.institutodoandovida.org.br/ ou https://www.maoamiga.org/.

Betânia Sousa

Idealizadora 

  • White Facebook Icon