Coronavírus - Covid-19! Todo Brasil unido. Informação, qualificação e capacitação!


Foto: BBC

Por Silvana Scórsin - com colaboração de Guaran

y Junior do Portal: https://guaranyjr.com.br


Todo os Estados brasileiros em busca de pesquisas, informações e iniciativas para enfrentar uma possível pandemia já declarada pela OMS - Organização Mundial da Saúde.

Antes de mais nada é preciso não causar pânicos e distribuir notícias incompletas que nada ajudarão a combater a disseminação. O Ministério da Saúde já prontificou verba e aumento de servidores nos hospitais, assim como pede que qualquer cidadão que tiver os sintomas(febre alta que vai e volta, tosse e coriza) deve primeiramente ligar para o 136 e obter informações de como e onde se dirigir para buscar ajuda, sem que se exponha desnecessariamente.

No Pará a UFPA investe na qualificação para enfrentar ameaças biológicas. As ameaças de bioterrorismo e de surtos de doenças transmissíveis, como o coronavírus, colocam todos os países em alerta, inclusive o Brasil. Por isso, é necessário melhorar a capacidade de enfrentamento de situações de crise e a formação de pessoal qualificado. Dois Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará criaram uma linha de pesquisa em Ameaças Biológicas e estão recebendo inscrições para o processo seletivo especial unificado para candidatos ao Curso de Mestrado em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Modalidade Acadêmico) ou Mestrado em Análises Clínicas (modalidade Profissional). As inscrições podem ser feitas até o próximo dia 24 de março. A capacitação enfoca a importância do estabelecimento de medidas de prevenção, avaliação de risco e de resposta relacionadas a agentes biológicos que representem ameaça à saúde pública. Diversas unidades da UFPA, como os Programas de Pós-Graduação em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (PPGBAIP-ICB/UFPA) e em Análises Clínicas (PPGAC-ICB/UFPA), do Instituto de Ciências Biológicas da UFPA, contribuem com suas expertises específicas na formação de recursos humanos para prevenção e mitigação de Ameaças Biológicas.


Foto: Dr. Eduardo Santos coordenador do Mestrado - portal www.guaranyjr.com.br

O curso busca formação acadêmica e profissional de seus estudantes, capacitando-os para ações de prevenção, biovigilância e resposta a Ameaças Biológicas; aprimorar os conhecimentos básicos, teóricos e práticos para a transferência de tecnologias e conhecimento científico entre as instituições e entidades parceiras. A capacitação enfoca na importância de medidas de prevenção, avaliação de risco e de resposta relacionadas a agentes biológicos que representem ameaça direta ou indireta à saúde pública, seja por causas naturais ou provocados pela atividade humana de forma acidental ou deliberada (bioterrorismo). Os candidatos à seleção devem obrigatoriamente ter graduação nas áreas de saúde, ciências biológicas ou agropecuária, além de estarem vinculados a instituições atuantes na prevenção e combate a essas ameaças, como Defesa Civil, Forças Armadas, órgãos governamentais ligados à segurança pública, saúde, meio ambiente e agropecuária, e outras instituições como Cruz Vermelha e Médicos Sem Fronteiras. “Precisamos ampliar nossos conhecimentos e subsidiar os profissionais que atuam na saúde, vigilância sanitária, epidemiológica, agropecuária e ambiental; e segurança para o atendimento e a resposta caso as ameaças se concretizem”, afirma o coordenador do mestrado, Dr. Eduardo Santos. “A detecção precoce e controle das consequências depende das instituições envolvidas nos seus níveis local, distrital, regional e central”.

7 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon