Foco na pesquisa! Leia o que diz a mestranda Poliana Bentes de Almeida!

Atualizado: Mai 27

Postado por Silvana Scorsin em 25/05/2020 De Guarany Jr. Portal : guaranyjunior.com.br



Foto: Poliana fala da importância da Pesquisa

O Capital em Foco tem a honra de reproduzir na íntegra, a entrevista , concedida ao jornalista Guarany Jr, em seu portal (guaranyjunior.com.br) por Poliana Bentes de Almeida, gerente do Simineral e mestranda em gestão do conhecimento para o desenvolvimento socioambiental pela Unama. Leia aqui:

Nome completo – Poliana Bentes de Almeida Naturalidade – Oriximiná Formação- Administradora graduada pelo Centro Universitário do Pará/CESUPA. MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas/FGV. Mestranda em Gestão de Conhecimento para o Desenvolvimento Socioambiental pela Universidade da Amazônia.

1. Como você vê a pesquisa neste momento de Pandemia? A pesquisa científica está na base do desenvolvimento de um país. Em meio ao cenário desafiador vivenciado pela sociedade atualmente, a pesquisa tem sido fundamental para os avanços nesta nova realidade.

2. Hoje não se consegue chegar às pessoas para entrevista pessoal ? Como agir ? Cada vez mais a tecnologia vem aparecendo como um recurso para que as pessoas possam driblar as dificuldades, adaptando métodos.

Existem muitas plataformas de pesquisa on-line no mercado que ajudam tanto estudantes que necessitam realizar pequenos estudos para conclusão de cursos; como também grandes empresas e institutos de investigação de mercado. Sabemos que todas as plataformas dispõem de tecnologia e recursos que auxiliam no processo de captar dados e agrupar essas informações, para agilizar o processo de aplicação de um projeto de pesquisa.

3. As pesquisas são mais qualitativas ? No mundo acadêmico é necessário conhecer quais são os principais métodos de pesquisa para desenvolver um excelente trabalho científico (seja uma monografia, artigo e até mesmo um projeto), porque, ele norteia todos os procedimentos realizados no trabalho, descrevendo e argumentando o estudo. Dependendo do objetivo da pesquisa ela poderá ser quantitativa e/ou qualitativa. A diferença é a seguinte: dados quantitativos apresentam os números que comprovam os objetivos gerais da pesquisa, enquanto dados qualitativos permitem compreender a complexidade e os detalhes das informações obtidas.


Foto: Poliana apresentando um de seus trabalhos


4. Como definir as amostras em uma pesquisa sobre mineração ? Vamos lá! Para sabermos o sabor de um bolo não é necessário comer o bolo inteiro, com 1 pedaço já saberíamos qual é o sabor do bolo. O bolo seria o universo que se deseja pesquisar e o pedaço seria a amostra. Mas como definir uma amostra de pesquisa? E como saber se uma amostra é representativa? No caso da pesquisa que estou fazendo para o meu projeto de mestrado, o meu universo é a sociedade paraense no geral. O objetivo é contemplar o maior número de municípios para que se pudesse ter uma amostra da percepção da população sobre a mineração no Pará.

5. Você consegue segmentar mercado ? Sim. Com a elaboração das perguntas, escolha do publico alvo, escolha da ferramenta de pesquisa e também da seleção do envio da pesquisa é possível fazer essa segmentação.

6. Consegue mostrar a importância da Mineração como social e emulador de mercado ? As comunidades ao entorno do empreendimento Minerário é mais sucetíveis a essa percepção. O Pará por ser um estado continental, esse olhar ainda está em construção. apesar da população reconhecer a sua relevância no contexto da mineração Brasileira.

7. A pesquisa sobre mineração tem que objetos e que objetivos ? Por se tratar de uma pesquisa para a minha dissertação de mestrado, não posso expor detalhes. Só após a defesa. Mas em resumo a pesquisa trata sobre a percepção da sociedade paraense em relação aos empreendimentos minérios no Pará.

8. Qual a mensagem você manda ao Mercado ? O Pará tem uma gama de oportunidades, principalmente no interior onde estão instalados os empreendimentos Minerários que são potenciais geradores de crescimento, renda e empregos diretos e indiretos. Para isso é necessário estar apto (formação, capacitação, idioma e dentre outros) e o principal, disposição para mudar e ir em busca desses oportunidades.

48 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon