Reforma Tributária! A caminho?

Por Silva Scórsin

Umas das reformas mais esperadas pela sociedade é sem dúvida a da Reforma Tributária! Hoje, a tributação, além de “injusta” está confusa, mal conduzida, mal empregada, exageradamente carregada de nomenclaturas complexas, desvios de de finalidades e muitas outras indevidas projeções em transações e relações que dificultam e oneram a vida de cidadãos e empresários no País! “O ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou no Fórum Econômico Mundial, em Davos, que sua equipe está estudando quais seriam os resultados de uma possível tributação de produtos que podem fazer mal à saúde. Seriam alvos do novo imposto produtos como cigarros, bebidas alcoólicas e alimentos com adição de açúcar, tais como refrigerantes, sorvetes e chocolates. Guedes usou o termo “imposto do pecado” para defender a nova tributação, mas afirmou que a expressão é acadêmica e não tem juízo moral. Segundo o governo, a proposta para a reforma tributária está perto de ser concluída e deve ser enviada ainda em fevereiro.”

É uma medida importante, mas trata em criar impostos, e quando falamos em reforma tributária o que queremos, além de alinhamentos assim, são as soluções práticas para o maior desenvolvimento do país, que hoje sofre com tantos entraves, impostos e burocracias em todos os setores da economia e que muitas vezes são os geradores de desvios de nosso

6 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon